top of page

Arquitetura, Interiores e Harmonização – O projeto da Clínica de Fisioterapia Haiquel Abjaude

Quando falamos de proporcionar um tratamento personalizado e integrado, como é desenvolvido na clínica, precisamos pensar também no espaço que demonstre esse cuidado, esse amor que têm em cada atendimento, nas mãos e nas palavras de cada um dos fisioterapeutas.


E o espaço também comunica, não com mãos, não com palavras, mas com elementos e objetos que proporcionam determinadas sensações, facilitando o desenvolvimento do tratamento.


Quando a gente permite uma mente mais calma, facilitamos um tratamento e uma cura mais leves e quem sabe até menos doloridos.


Assim, buscamos através do espaço Clínica, estimular sensações em que os pacientes se sintam acolhidos, em que eles se sintam seguros, tranquilos, confiantes e próximos à sua essência.

Para proporcionar esse ambiente, que traz acolhimento, temos alguns elementos essenciais de se destacar:



A natureza




Através dos quadros em folhagem e os vasos com plantas - porque a natureza nos conecta com o mais profundo de nós, com a nossa essência, com essa Mãe Terra que nos acolhe, estabiliza e permite respirar com mais calma trazendo-nos para o momento presente.






Hall de entrada

Quando você entra, vê um painel vazado criando um espaço de transição, espaço esse em que você deixa lá fora o que é de fora e desperta para o Aqui e Agora. Nele há uma fonte de água que desperta esse sentido do acolhimento, do deixar fluir mas principalmente desperta o sentido da audição, além do visual te tirando do barulho externo e te aproximando do silêncio interno.


Muito se vê hoje em dia entradas de condomínios com aquela plaquinha “sua pressa termina aqui”. No hall de entrada da clínica, comunicamos isso com sentidos, com experiência e não necessariamente com palavras.

Cores e iluminação

Uso de cores em equilíbrio (branco, amarelo, tons neutros), junto ao toque da Madeira inspiram calma e acolhimento. É como se fôssemos abraçados pelo ambiente, se diferenciando de espaços comuns de tratamento que costumam ser frios e traumatizantes. É como se você estivesse em casa e assim pudesse se sentir seguro.




A iluminação também é trabalhada de uma forma mais sutil e pontual. Uma temperatura de cor mais quente, mais amarelada, fica mais aconchegante na área da recepção. Nas áreas de trabalho a iluminação é branca, mais difusa, porque precisa ser mais prática e funcional.



Limpeza e organização

Um espaço limpo e organizado passa confiança e permite um melhor fluir das energias e emoções, entendendo que ali você é respeitado e livre para se expressar e se comunicar da sua forma única.


Os elementos são pontuados no espaço de forma a manter um equilíbrio e distanciamento entre eles para que as peças possam ser vistas com clareza, evitando sobrecarga de informações. Do lado de fora já somos tão bombardeados por excessos de coisas e informações, então nada melhor que lembrar que do lado de dentro, podemos escolher o essencial.



É um lugar onde vamos trabalhando com os sentidos então, assim como o visual, a ideia de ter as plantas, alguns quadros com o mar, nos despertam a ideia do som do mar, do toque e textura da areia. A textura dos painéis vazados despertando o tato; a audição através da fonte; o olfato trabalhado em alguns momentos através de aromas; o paladar através do sabor do café que é oferecido.



E é despertando para os sentidos, juntamente ao ambiente alinhado aos valores da empresa e das pessoas que ali trabalham, que proporcionamos uma experiência ainda mais rica e completa para cada paciente da Clínica Haiquel Abjaude Fisioterapia. ____________________________________________________________________________________________ Texto por: Renata Trindade - Arquitetura UnoHabitar - Arquitetura vibracional Renata é arquiteta responsável pelo projeto da Clínica Haiquel Abjaude.


40 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page